Seja bem vindo

Várias dicas para você utilizar em sua empresa ou para montar seu próprio negócio.

O que é um microcredito

O que é um microcredito

O que é o microcrédito e como utilizá-lo a seu favor

É provável que você tenha direito ao microcrédito e nem saiba disso. Neste artigo, você vai entender bem o que é quais taxas usadas, quem tem direito e como requisitar o seu microcrédito.



É bem provável que você tenha direito ao microcrédito, mas nem sabia que este tipo de crédito existe e que é indicado para o seu caso, que é um microempreendedor ou mesmo uma pessoa física pensando em ter seu próprio negócio.

É exatamente para isto que ele foi criado, para ajudar você que pensa em ter seu negócio, aumentar sua empresa, aumentar seu estoque, seu microempreendimento, etc.

O microcrédito chegou para realizar sonhos, para torná-los realidade. E o que o diferencia das demais formas de crédito? Claro, o principal diferenciador é mesmo nas taxas de juros cobradas, entre outras diferenças características. Confira tudo e fique por dentro.

O que é o microcrédito?

Para você que tem um negócio próprio, é microempreendedor ou mesmo está pensando em ter o seu negócio, saiba que o microcrédito é a melhor maneira de alavancar o dinheiro necessário para tornar realidade este seu sonho.

Ele é uma modalidade específica de empréstimo voltado exclusivamente para pequenos empreendedores. Em geral, estes microempreendedores enfrentam uma certa dificuldade em conseguir empréstimos nos canais convencionais (bancos, financeiras, etc.).

Ele serve para você iniciar seu negócio, comprar maquinário, estoque, móveis, decorações, alugar o seu espaço de trabalho e, enfim, serve para tudo voltado ao seu novo empreendimento.

Há alguns requisitos mínimos para consegui-lo, tanto para pessoas físicas, que estão pensando em se tornar microempreendedores, como para as que já são pessoas jurídicas, e precisam expandir, dinheiro em caixa, estoque e até pagar dívidas.

Para as que já são pessoas jurídicas e que faturam até R$ 120.000,00 bruto anualmente, já podem requerer esta linha de crédito especial. Quem trabalha na informalidade, também tem direito ao microcrédito (faxineiros, vendedores ambulantes, cabelereiros, etc.).

Qual o principal atrativo para aderir ao microcrédito?

Primeiro de tudo, é preciso entender que o microcrédito foi criado com a finalidade de incentivar o crescimento dos pequenos negócios em todo o Brasil. Por este feito, claro, oferece algumas vantagens exclusivas, mas não é uma modalidade de crédito disponível para qualquer pessoa.

O principal incentivador para a adesão ao microcrédito é, sem dúvida, as taxas de juros, que são uma das menores do mercado e são devidamente regulamentadas por lei, não podendo ultrapassar jamais os 4% de juros ao mês.

É possível perceber que é uma taxa absolutamente atrativa. Apenas para comparar, as taxas atuais no mercado giram em torno dos 6 a 6,5% ao mês. Estes números, isoladamente, podem, aparentemente, representar diferenças pequenas.

No entanto, quando se adere à um empréstimo, a incidência de uma variação de, em média, 3 pontos percentuais significa um valor bem representativo, principalmente para quem está empreendendo agora.

Exemplo prático: você pega um empréstimo comum, no valor de R$ 2.000, considerando juros de 4,92%. Após 12 meses, você teria que pagar o montante aproximado de R$ 2.696.

Se fizer o mesmo empréstimo pelas taxas do microcrédito, em torno de 3,3% ao mês, pagaria ao final de um ano o montante aproximado de R$ 2.455.

Uma diferença em caixa para você que gira em torno dos 200 a 300 reais ao final de um ano. Considere isto em um empréstimo de 3 anos, por exemplo.

Conheça também a contabilidade para a construção civil!

Gostou do artigo? Compartilha!

queopinho

Os comentários estão fechados.