Seja bem vindo

Várias dicas para você utilizar em sua empresa ou para montar seu próprio negócio.

O que é imposto de renda

O que é imposto de renda

Querendo saber o que é o imposto de renda, como ele deve ser feito e para que ele serve? Então descubra todas essas informações neste artigo.

Todo início de ano as pessoas se pegam preocupadas com a tal declaração do Imposto de Renda. As notícias sobre ele e seus prazos de realização e entrega passam constantemente nos jornais televisivos. E, mesmo em pleno 2019, ainda existem pessoas que não sabem ao certo sobre o tal IR se trata.

Bom, se você se encaixa nesse quadro e não faz a menor ideia do que é o imposto de renda, para que ele serve e como ele pode ser feito, não se preocupe. Você não é o único a não saber como ele funciona, muitas pessoas não sabem. Acompanhe este artigo e descubra todas as informações necessárias sobre o IR – Imposto de Renda.

Entenda o que é o imposto de renda

De maneira simples, o imposto de renda é um tributo cobrado pelo governo federal anualmente. Ele é calculado com base nos rendimentos de todas as pessoas físicas e jurídicas que ganharam no período de um valor igual ou superior a R$ 28.559,70.

O tributo é cobrado geralmente entre os meses de março e abril e costuma ser pago conforme os ganhos da pessoa ou empresa, ou seja, quem fatura mais paga mais e quem ganha menos paga menos.

Vale dizer que, os rendimentos considerados como válidos para serem tributados não são apenas os lucros de uma empresa ou a renda advinda de um salário. Além deles, rendimentos provenientes de aluguéis e prêmios na loteria e investimentos bancários também devem ser declarados.

  • Entenda melhor o imposto de renda para pessoa física?

O imposto de renda para pessoa física designado pela sigla IRPF é o tributo cobrado sobre os rendimentos ganhos por pessoas que residem no Brasil, ou mesmo no exterior, mas receberam de fontes nacionais.

Como dito anterior, os valores cobrados variam de acordo com o montante recebido por cada pessoa. E, as pessoas que faturam abaixo do limite tributável estipulado, são consideradas isentas do pagamento deste tributo.

  • Entenda melhor o imposto de renda para pessoa jurídica

O imposto de renda para pessoa jurídica, designado pela sigla IRPJ trata-se da taxa tributária cobrada sobre os rendimentos das empresas nacionais. Assim como no caso do imposto para pessoa física, neste caso o valor da alíquota também irá varia de acordo com os lucros da empresa dentro do período de um ano.

De maneira geral, desde o ano de 1996, a alíquota cobrada sobre os lucros das empresas nacionais fica em torno de 15%, com um adicional de 10% para cada parcela de lucro excedente a R$ 20 mil por mês.

Veja como funciona o imposto de renda

Todos os anos devemos providenciar a declaração de imposto de renda, declarando os rendimentos conquistado no ano anterior. Ou seja, se você for fazer o IR de 2019, deverá informar todos os seus ganhos referentes aos 12 meses de 2018.

Para que ele seja feito você pode contar com a ajuda de um contador, o que é o mais indicado, ou fazê-lo sozinho, baixando o programa apropriado diretamente no site da Receita Federal.

Durante a realização da declaração é importante que informe todos os ganhos tributáveis obtidos no ano anterior. Vale lembrar que existem alguns gastos realizados que podem ser abatidos do seu imposto de renda.

Como gastos realizados com menores de idade ou maiores de 65 anos dependentes de você, como escola e convênio médico, por exemplo.

No entanto, para que esse abatimento possa ser feito, é preciso que o gasto seja comprovado, assim como é preciso comprovar que o menor é de fato seu dependente.

Apesar de ser um tributo cobrado anualmente, e relativamente simples de ser feito. declarar o imposto de renda é uma função que exige muita atenção, onde todos os detalhes precisam ser observados.

Por isso, contar com um profissional especializado como um contador para realizá-lo é a melhor escolha.

Por que é importante declarar o imposto de renda?

O imposto de renda é um tributo obrigatório e todos os brasileiros e empresas que faturaram o valor acima do limite mínimo precisam realizá-lo. Todos os anos, muitas pessoas tentam burlar esse processo, informando dados errados para pagar impostos mais baixos.

Esse ato, conhecido como sonegação de imposto, está previsto na legislação penal brasileira como um crime passível de punição com um altíssima e detenção de dois a cinco anos. Portanto, não tente ser o esperto, certamente você cairá na famosa ‘malha fina’.

É fundamental que todas as informações sejam preenchidas de maneira correta. No entanto, se você cometer algum erro durante a realização da declaração do imposto de renda, ou mesmo esquecer alguma informação, não se preocupe.

É possível apresentar uma retificação a Receita Federal, informando que houve um erro ou esquecimento de informação e passando o dado corretamente.

 Essa retificação pode ser feita sem nenhum custo e dentro do prazo de cinco anos, período em que a Receita analísa todas as informações recebidas detalhadamente.

Se você gostou deste artigo e quer saber mais sobre esse assunto, acompanhe o artigo onde explicamos detalhadamente como fazer o imposto de renda anual.

queopinho

Os comentários estão fechados.