Seja bem vindo

Várias dicas para você utilizar em sua empresa ou para montar seu próprio negócio.

Como abrir uma empresa de investimento?

Como abrir uma empresa de investimento?

Você entende bastante da área de investimentos e gostaria de ter uma empresa nessa área? Então continue lendo este artigo e descubra como abrir uma empresa de investimento.

Você é um agente autônomo de investimentos e deseja expandir seus negócios? A melhor de fazer isso é abrir uma empresa de investimento. Mas para que seu novo empreendimento não tenha furos, é preciso conhecer uns detalhes importantes.

Preparamos este artigo justamente para mostrar quais são os procedimentos mais importantes na hora de abrir uma empresa de investimento e como evitar que pequenos erros se tornem grandes problemas para o seu negócio.

Primeiros passos para abrir uma empresa de investimento

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que, para abrir uma empresa de investimento é necessário que você conheça bem o mercado e entenda do assunto. Se você se arriscar nesse ramo sem o conhecimento necessário, estará inevitavelmente fadado ao fracasso.

Agora, se você já é um agente autônomo de investimentos, sabe exatamente o que está fazendo e provavelmente tenha até uma boa carteira de clientes ativos já. Neste caso, não há com o que se preocupar além dos processos burocráticos.

Sendo um profissional autônomo da área, além de dominar o assunto, você tem grandes chances de conseguir mais clientes e ampliar seus lucros e nome no mercado. Por isso, abrir uma empresa de investimento é o melhor caminho.

No entanto, é importante que neste processo você encontre bons funcionários para trabalharem com você. Pois, apenas um colaborador desinformado ou pouco experiente pode colocar grandes contas em risco.

Como abrir uma empresa de investimento?

Tendo em mente todos os pontos mencionados, de maneira clara, é possível seguir com os passos para abrir uma empresa de investimento. E, dando sequência, a primeira coisa a ser feita é definir o tipo de pessoa jurídica da sua nova empresa.

Isso significa que você deverá definir como será sua empresa, uma sociedade, uma sociedade limitada, ou você trabalhará como empresário individual? Definido isso o passo seguinte é escolher a melhor situação tributária para a sua empresa, logo, é preciso que você escolha se ela será registrada como Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Faça essas duas primeiras definições com muito cuidado e atenção, elas serão cruciais para que sua empresa possa funcionar corretamente e dentro das leis necessárias. Mesmo que você não tenha dúvidas sobre como proceder com esses passos, o mais indicado é que você procure um contador.

Apenas um profissional qualificado da área contábil poderá cuidar de todos os detalhes de maneira correta, escolhendo a situação tributária mais adequada e definindo o CNPJ certo para sua empresa.

Se você tiver um ou mais sócios nessa empreitada é importante que o contrato social seja elaborado. Esse documento definirá exatamente quais são os direitos e deveres de cada sócio e qual será a participação nos lucros também.

Além disso, ele poderá cuidar dos passos seguintes que consistem em realizar a inscrição na Previdência Social, cadastro na Receita Federal, na Junta Comercial, na Prefeitura da sua cidade, solicitar todos as licenças e o alvará de funcionamento e entrar em contato com o corpo de bombeiros para que uma vistoria do imóvel onde será a sua empresa, seja feita.

É importante que saiba que, caso falte algum documento ou licença sua empresa não poderá começar a funcionar. Além disso, se algum registro for feito de maneira errada, você poderá ter sérios problemas no futuro. Por isso, contar com um profissional especializado é a melhor coisa a ser feita.

Conte com um capital de investimento

Outro detalhe importante e que merece muita atenção é a necessidade de ter um capital de investimento para iniciar o funcionamento da sua empresa. Ter um fundo multimercado ativo, será bem mais simples promover novas movimentações.

O que fazer depois de cuidar de toda a documentação?

Depois de cuidar de toda a documentação para abrir uma empresa de investimento, é importante que você comece a cuidar de detalhes internos. Agora você já pode finalizar a contratação formalmente da sua equipe, e não se esqueça de contar com um bom advogado e um contador fixo.

Ter um profissional contábil fixo na sua empresa tornará todas as suas movimentações financeiras muito mais seguras e rápidas. Já um bom advogado cuidará para que todos os contratos de prestação de serviço sejam elaborados da maneira correta, além de lhe assessorar em outros assuntos também.

Com a equipe finalmente completa você poderá então cuidar da estrutura física do seu escritório e abrir as portas. Lembre-se que seu espaço lidará com investidores então, ele precisa ser discreto, confortável e passar segurança e confiabilidade para seus clientes.

Contando com uma equipe competente, por menor que ela seja neste início, e um espaço agradável certamente em pouco tempo você terá ampliado consideravelmente sua carteira de clientes e poderá contar com um bom faturamento mensal.

Gostou deste artigo e deseja saber mais informações sobre o assunto? Então leia o artigo sobre como abrir uma empresa de telemarketing.

queopinho

Os comentários estão fechados.